Nessa quinta-feira (10), às 09h, os estudantes da UFPB irão se reunir na Reitoria para protestar pela volta às aulas presenciais. A iniciativa de protesto ocorreu a partir de uma Assembleia Estudantil que reuniu aproximadamente 400 estudantes virtualmente.

Foi aprovado pela Assembleia, além da defesa do retorno presencial, a inclusão de novos protocolos sanitários essenciais para uma volta presencial segura. Entre eles, está a urgência da necessidade do passaporte vacinal obrigatório e a distribuição de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), como máscaras N95 e/ou PFF2, e a distribuição de álcool gel para estudantes, professores e técnicos-administrativos.

A reitoria da instituição vai receber os alunos e apresentar o calendário previsto para o retorno em março.

Na pauta de reivindicação dos alunos está a luta pela ampliação de profissionais no CRAS (Centro de Referência em Atenção à Saúde), essenciais no atendimento dos grupos que ali vivem na Universidade.

“Em suma, o adiamento em um mês das aulas, a insegurança de não saber se haverá retorno presencial e esconder a precarização das universidades é um desrespeito com os estudantes do Brasil e da Paraíba. O planejamento, os gastos financeiros e mentais são uma constante no cotidiano desse grupo que há tempos vive dificuldades no ensino aplicado”, pontuou Ezequiel Medeiros representante dos alunos.