Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, há seis dias, a varíola dos macacos como emergência de saúde pública de interesse internacional. Conhecida internacionalmente como monkeypox, a doença, endêmica em regiões da África, já atingiu neste ano 20.637 pessoas em 77 países.

No Brasil, são 978 casos, sendo 744 apenas em São Paulo. Considerando a importância da informação para combater o avanço do surto, Equipes de Saúde na Paraíba estão sendo treinados para atender possíveis pacientes. Segundo o médico infectologista Dr. Fernando Chagas as unidades básicas de saúde são referências para as pessoas que tiverem qualquer sintoma da doença.

Equipes de Saúde na Paraíba estão sendo treinados para atender possíveis pacientes. Segundo o médico infectologista Dr. Fernando Chagas as unidades básicas de saúde são referências para as pessoas que tiverem qualquer sintoma da doença.

monkeypox é causada por um poxvírus do subgrupo orthopoxvírus, assim como ocorre por outras doenças como a cowpox e a varíola humana, erradicada em 1980 com o auxílio da vacinação. O quadro endêmico no continente africano se deve a duas cepas distintas.

Uma delas, considerada mais perigosa por ter uma taxa de letalidade de até 10%, está presente na região da Bacia do Congo. A outra, com uma taxa de letalidade de 1% a 3%, encontra-se na África Ocidental e é a que deu origem ao surto atual. A preocupação maior abrange os grupos de risco que incluem imunossuprimidos, crianças acima de 13 kg e gestantes.

Transmissão da varíola dos macacos

  • Contato com o vírus de um animal, humano, fluidos corporais ou material de lesão;
  • O vírus geralmente entra no hospedeiro pelo trato respiratório, pela superfície da mucosa ou por rupturas na pele;
  • O tempo de incubação é geralmente de 7 a 14 dias;
  • As taxas de transmissão estimadas podem chegar a 73%;
  • Indivíduos podem transmitir o vírus desde o primeiro dia antes do aparecimento da erupção até 21 dias.

Prevenção varíola dos macacos

Uma das formas mais efetivas de prevenção é a vacinação contra a varíola para reduzir as oportunidades de mutação viral e a disseminação da doença entre humanos.