As convenções partidárias para escolha de candidatos às eleições de outubro estão autorizadas pela Justiça Eleitoral e começam a partir desta quarta-feira (20). Os eventos internos das legendas marcam a oficialização da disputa eleitoral e devem ser realizados até 5 de agosto.

Pela legislação eleitoral brasileira, os candidatos precisam estar filiados a um partido político. Mas, diante do grande número de filiados que pretendem concorrer, as legendas precisam realizar eleição interna para ocupar as vagas que estarão em disputa. 

Após as convenções, partidos e federações poderão registrar as candidaturas dos escolhidos na Justiça Eleitoral até 15 de agosto. 

O registro dos candidatos à presidente da República e vice-presidente deverá ser feito no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Já os candidatos aos cargos de governador, senador, deputado federal, estadual e distrital deverão solicitar os registros nos tribunais regionais eleitorais (TREs). 

A partir do dia 16 de agosto, os candidatos estão liberados para fazer propaganda eleitoral na internet e nas ruas. Até 1º de outubro, um dia antes do primeiro turno, está liberada a realização de caminhadas, carreatas com carro de som, distribuição de material de campanha, comícios e compra de publicidade paga nos meios de comunicação. O segundo turno está marcado para 30 de outubro. 

Datas das convenções de partidos com pré-candidatos à Presidência

  • 20/07 – Ciro Gomes (PDT)
  • 21/07 – Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
  • 23/07 – André Janones (Avante)
  • 24/07 – Jair Bolsonaro (PL)
  • 24/07 – Leonardo Péricles (UP)
  • 27/07 – Simone Tebet (MDB)
  • 30/07 – Luiz Felipe d’Avila (NOVO)
  • 30/07 – Pablo Marçal (PROS)
  • 30/07 – Sofia Manzano (PCB)
  • 31/07 – José Maria Eymael (DC)
  • 31/07 – Vera Lúcia (PSTU)
  • 05/08 – Luciano Bivar (UB)
  • 06/08 – COMEÇAM AS CAMPANHAS