O anúncio foi feito em entrevista à Rede Arapuan de Televisão, que questionou o posicionamento do ex-secretário Especial de Modernização do Estado do Governo Federal, para as eleições do próximo ano no estado.

Pastor Sérgio destacou que a ideia não pode ser descartada e  enfatizou que será candidato se houver um chamado de Deus.

“ O único chamamento que eu obedeço sem balançar a cabeça é o chamamento de Deus. Eu respeito o presidente, eu servi a minha nação, mas se o presidente me convocar para a política, a única certeza que eu vou dar é que vou orar sobre isso e esperar um chamado divinal”, pontou Sérgio.

Na oportunidade, o Pastor citou outros nomes importantes na PB e que podem se posicionar para 2022 principalmente por terem se destacado em gestão.

 Ele citou o exemplo do Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

“ Faz uma gestão ponderada que no meio do tiroteio apresenta importantes alternativas e que daria um excelente Governador do Estado por exemplo.”, frisou o Pastor.