O Pleno do Tribunal de Contas do Estado TCE-PB julgou irregular o processo de inexigibilidade de licitação e os pagamentos na gestão do ex-prefeito Renato Mendes Leite (proc. 11733/16), ao escritório de advocacia Socrates e Vieira e imputou débito solidário no valor de R$6.531.992,69.

No julgamento foi reconhecido que o prefeito Marcelo Rodrigues da Costa agiu com cautela e precaução ao representar ao Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Tribunal de Contas sobre a legalidade dos pagamentos durante sua gestão em 2013-2016 excluindo da condenação qualquer responsabilidade ou multa do atual Prefeito .